9 meses de prisão por pichar com gloss lavável

Ana Maria Cemin – Jornalista

14/12/2023 – (54) 99133 7567

Débora aparece nessa foto com o seu marido Nilton e seus filhos Caio e Rafael. A Polícia Federal bateu na casa deles em 17 de março. Desde então ela permanece presa em cela com criminosas por ter usado um gloss para escrever “Perdeu Mané” num monumento em frente ao STF.

Débora na Igreja Adventista.

Débora tem um salão na frente de casa e contribui para pagar contas do lar.

A presa política também tem por hábito participar de ações sociais.

Débora, marido e as crianças nas comemorações do Natal. Esse ano parece que as decisões do STF manterão Débora longe de casa.

2 comentários sobre “9 meses de prisão por pichar com gloss lavável

  1. Maiara Batista Teixeira Santana

    Débora é minha amiga e vizinha, a melhor pessoa que já conheci, doce, meiga, solidária, carinhosa, generosa, amiga, isso que estão fazendo é injusto, ela errou, mas nada justifica o que estão fazendo, ela não merece isso. Eu presenciei a prisão, os polícias bateram no nosso portão às 6 da manhã para sermos testemunhas da revista na casa dela, algo que jamais esquecerei.
    Estamos com muita saudade dela.

    1. Maria Emília

      Muito triste. Por isso as pessoas devem estudar mais p/ não serem manipuladas por vídeos políticos de redes sociais e discursos de falsos profetas. Infelizmente, pessoas boas, insufladas por meia dúzia que estavam bem longe da Praça dos Três Poderes, acabaram fazendo besteira, achando que era “pelo bem do país”. Espero que ela possa voltar o quanto antes pra casa. Os filhos devem estar com a mãe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *